Patrocínio
Araxá
Patos de Minas
Presidente Olegário
Carmo do Paranaíba
Coromandel
Monte Carmelo
Perdizes
Ibiá
São Gotardo
Uberlândia
Araguari
Prata
Sacramento
Frutal
Conseição das Alagoas
Ituiutaba
"Una-se a nós"

segunda-feira, 29 de julho de 2013

2

UMA VEZ AGENTE PENITENCIÁRIO, SEMPRE AGENTE PENITENCIÁRIO! SEM VIDA SOCIAL, MARCADO E DESPROTEGIDO

Este é mais um dos fatos que comprovam que o Agente de Segurança Penitenciário precisa ser urgentemente aparado pelo porte de armas fora do serviço, pois nem mesmo os que não exercem mais a profissão estão livres das vinganças infundadas de ex-detentos, sendo que quem os prendeu foi a polícia, quem os condenou foi a justiça. Por quê tanta marcação e ataques contra os agentes?
Isto é fácil de responder!
_ É o Agente que está ali todos os dias diante dos mais cruéis criminosos, são suas caras que estão na frente dos objetivos da Lei. Quem os faz cumprir seus deveres de presos são estes funcionários, que armados, transitam com detentos pra lá e pra cá o dia todo e até mesmo a noite, dentro e fora das unidades prisionais.

Mais existe aí um grande equívoco por parte de nossos legisladores, pois não incluíram esta categoria na lei que permite o uso de armas de fogo no horário de folga, e toda a nação reconhece a necessidade compulsória desta permissão.





É por isso que Agentes de todo o Brasil estão em Brasília lutando pela derrubada do veto presidencial que proíbe a categoria de portar suas armas de defesa pessoal e familiar.


A profissão é considerada a segunda mais perigosa do mundo, e quem lida com bandidos tem que estar preparado para combatê-los no mesmo nível.

SENHORES LEITORES, PEÇO QUE POSTEM SUAS RESPOSTAS ABAIXO E COM SINCERIDADE.

DEIXAR UM AGENTE DA LEI TREINADO PARA UTILIZAR ARMAS DE GROSSO CALIBRE, MORRER SEM CHANCE DE DEFESA NAS RUAS ENQUANTO ESTÃO DE FOLGA É JUSTO?

MATÉRIA

O carro de um ex-agente penitenciário foi alvo de tiros na tarde deste sábado (27/07/2013) no bairro Pinheirinho, em Alfenas (MG). Um dos disparos perfurou a lataria e atingiu parte do aparelho de som do carro. Ninguém ficou ferido.


Segundo a Polícia Militar, o ex-agente contou que estava na porta de casa quando foi encarado por um ex-detento que passou. Pouco depois, o homem voltou em uma motocicleta e fez os disparos. O ex-agente ainda disse que na hora em que o homem se aproximou, ele entrou e se escondeu dentro do imóvel.


Na hora do ataque, o ex-agente, que hoje trabalha como técnico em enfermagem, voltava de um jogo de futebol com outros agentes. O suspeito fugiu e não foi preso.


Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. :f Sou Agente Penitenciário e sinto isso na pele, infelizmente não somos amparados pelo Estado. A incoerência é muito grande, se somos capacitado para usar armas de fogo em serviço, somos treinados para lidar com situações de risco, porque não temos o direito de portar arma de fogo fora de serviço. Os criminosos que as Polícias Civil e Militar prendem, são os mesmos que nós os mantemos presos e com um diferencial, estamos diariamente em contato esses presos o torna nossa profissão ainda mais perigosa do que as Polícias Civil e Militar.

    ResponderExcluir
  2. Precisamos lutar pelo nosso porte de arma fora de serviço, é uma injustiça o Estado não nos amparar.

    ResponderExcluir

Receba novidades deste site em seu E-mail

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...